Pano de Penélope, 2020-2021
performance relacional - proposta de ação recorrente

e-mail-icon.png

Pano de Penélope, 2021

registros da produção das 50 gravuras bordadas

execução on-line da proposta contemplada - LAB São VIcente

disponível no instagram do projeto

A performance relacional Pano de Penélope se trata de uma ação a ser realizada de forma recorrente em espaços culturais públicos das cidades da Baixada Santista. Durante 1 semana, em um período diário de 3 horas, o artista Julian Campos, propõe-se a ficar sentado no jardim do espaço cultural em questão bordando um trabalho em tecido de grandes dimensões. Uma placa ao lado faz um convite às pessoas com a frase “Eu te ensino a bordar e você borda comigo”. Após uma breve explicação sobre os procedimentos básicos do Bordado Livre, o(a) interessado(a) poderá sentar-se no banco disponível para praticar bordando esse tecido de grandes dimensões junto ao artista. Nessa relação próxima de co-autoria, o artista irá conversar com os(as) participantes sobre assuntos relacionados a esta ação e à pesquisa do artista, como por exemplo: “Você já sabia bordar?”, “Com quem/como aprendeu?”, “Caso não, nunca teve interesse antes?”, “Qual sua proximidade com artes manuais?”, “Você conhece algum homem que borda?”, “O que você pensou quando me viu (um homem) bordando em público?”, “Qual é a sua relação com trabalhos manuais laboriosos como o bordado?”, entre outras. O(a) interessado(a) poderá participar da atividade pelo tempo que quiser. Quando der a participação por encerrada, o participante receberá um pequeno bordado realizado previamente pelo artista como um registro da participação e desta troca de experiências humanas. Durante toda a execução da proposta, serão realizados registros fotográficos e de vídeo das participações.

Toda noite, o artista levará o tecido bordado durante a ação para o seu ateliê e irá desmanchar todo o trabalho realizado, enrolando o fio vermelho de volta ao novelo, restando apenas o pano com a marcação do desenho. No próximo dia, o artista retornará ao local de execução da ação e realizará a performance novamente. O nome da ação, “Pano de Penélope”, faz referência à figura da mitologia grega, Penélope, e à expressão utilizada para designar as obras em que se trabalha sem cessar e que nunca terminam. Essa escolha da ação, além de fazer alusão ao mito, também está alinhada às etapas da prática do bordado, onde os procedimentos são repetidos inúmeras vezes, e ao próprio processo do artista, onde a mesma imagem é redesenhada incontáveis vezes até se chegar no projeto final a ser bordado - e redesenhado com a linha. O ato de desmanchar e recomeçar o bordado com novos interessados também evidencia a principal matéria desta ação: a troca de saberes e histórias entre o artista e os participantes. Após o conclusão da ação, todos os registros serão postados nas redes sociais da ação.

Esta ação foi contemplada e realizada com recursos da Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020 - Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. Realização via Prefeitura de São Vicente em parceria com o Governo Federal. Entretanto, considerando o anúncio do Governo do Estado de São Paulo em 06/03/2021, sobre a reclassificação do plano de controle da pandemia de COVID-19 onde todas as cidades do estado estarão na fase vermelha deste plano, somente sendo permitida a abertura de serviços essenciais, o projeto Pano de Penélope foi adaptado para uma realização on-line, com autorização da Prefeitura Municipal de São Vicente. Nesta adaptação, o artista Julian Campos, produziu 50 peças de bordado em papel que serão distribuídas, em um segundo momento, aos participantes da atividade na 2º etapa do projeto. A execução desta etapa do projeto foi realizada entre os dias 15 e 19 de março de 2021, com a gravação de vídeos postados na rede social do projeto.